De todas as grandes companhias americanas, a Delta é a única que ainda não se decidiu sobre encomendar o Airbus A320neo ou o Boeing 737 MAX.

Podemos dizer que o avião da Boeing está se sobressaindo nas encomendas, a United escolheu operar exclusivamente com ele (quando falamos sobre aviões de corredor único, mesma categoria, a American Airlines também optou pelo 737 MAX, porém com uma encomenda para 100 aviões A321neo.



A Delta sempre priorizou aeronaves da Airbus nos últimos anos, porém o diretor de operações disse que a companhia está considerando as opções e analisando a rentabilidade de cada avião. 

Atualmente a Delta opera com aviões da família A320ceo e também com da linha 737 NG, essa escolha da Delta servirá para iniciar a substituição das aeronaves mais antigas por modelos de nova geração, mais eficientes no consumo de combustível.

Além disso a companhia pretende retirar da sua frota 113 aviões McDonnell Douglas MD-88, substituindo por aviões maiores, como o A321 e o Boeing 737-900ER. Atualmente a idade média da frota de MD-88 da Delta ronda entorno dos 27,2 anos.

Além disso a companhia também quer substituir o 757 por um outro modelo, possivelmente o A321 LR seja escolhido momentaneamente, visto que a aeronave da Airbus, que estreará em 2018 nos EUA, tem maior alcance de voo. Os Boeing 757-200 da Delta têm uma idade média de 22,3 anos.

Novo conceito MOM à direita da imagem.

A Delta também pode optar pelo conceito MOM da Boeing, apresentado parcialmente durante o Paris Air Show deste ano. Porém as entregas dessa aeronave só estão previstas para depois de 2025, alongando ainda mais a permanência do 757 na frota da Delta.

Enquanto isso a Boeing afirma que o 737 MAX 8 tem um custo por assento até 8% menor em comparação com o A320neo, visto que a aeronave pode levar até 199 passageiros na sub-versão 737 MAX 200. Enquanto isso a capacidade máxima do A320neo é para 189 passageiros.

“Examinaremos as duas aeronaves em seus méritos e, em última instância, tomaremos uma decisão em conformidade”, disse Gil West, diretor de operações da Delta em Atlanta.

A320neo em seu primeiro voo

Ele não quis comentar sobre uma influência da Airbus para encomendar o A320neo, visto que agora a fabricante é também dona do projeto CSeries, o qual a Delta tem 75 encomendas. A Airbus poderia fazer um contrato conjunto de compra, com amplo desconto para uma enorme encomenda de aeronaves. 

A American Airlines tem pedidos tanto para o A321neo quanto para o 737 MAX 8, a United tem pedidos para 737 MAX 9 e 10, sendo a companhia de lançamento do 737 MAX 10.

A Southwest Airlines foi o cliente de lançamento para o 737 MAX 8 nos EUA, e já encomendou mais de 200 aviões desse modelo.

A Delta tem pedidos para 95 aviões A321, 36 para o 737-900ER e 75 Bombardier CS100. Ela atualmente opera com 57 do modelo A319ceo, 65 do A320ceo e 27 do A321, além de 10 aviões 737-700, 77 do 737-800 e 84 unidades do 737-900ER.

Além disso a Delta opera com 113 aviões da família 757 em sua frota.

 

Via – FlightGlobal