A Embraer anuncia hoje um contrato inicial para a venda de 23 aeronaves. No anúncio de hoje, a Across, provedora de serviços de aviação executiva do México, irá adquirir oito aeronaves Legacy 500, oito Phenom 300 e sete Phenom 100E, com um valor estimado em mais de US$ 260 milhões. O anúncio está sendo realizado na 16ª Convenção e Mostra de Aviação Executiva Europeia (EBACE), em Genebra.

O negócio faz parte de uma nova tendência no mercado de jatos executivos: o surgimento de companhias aéreas que oferecem aeronaves executivas de uma forma flexível aos empresários. Com custos mais baixos, algumas dessas operadoras já estão sendo chamadas de “Uber-aéreo”, numa referência aos serviços de taxi.

Amerlinck, da Across, e Pellegrini, da Embraer
Amerlinck, da Across (à esquerda) e Pellegrini, da Embraer (à direita).

“Os jatos executivos da Embraer vão se tornar a base das soluções da Across para o programa de propriedade compartilhada e serviços de fretamento para clientes do mundo todo que necessitam voar ao México ou às Américas para negócios ou lazer”, afirmou, em nota, Pedro Corsi Amerlinck, diretor-presidente da aérea mexicana.

A aposta em serviços de maior flexibilidade para executivos tem sido também o foco da Embraer em outras iniciativas. No fim de semana, ela estava no aeroporto London City para apresentar o Legacy 500.

COMPARTILHAR