A Mitsubishi Aircraft disse em uma entrevista à FlightGlobal que o FTA-3 (Terceiro Flight Test Aircraft) permanecerá no Japão. Perguntado por que o jato não fez o voo para os EUA no mês passado, eles disseram: “Estamos avaliando isso dependendo do tempo e as condições da aeronave. Isso não significa que houve um grande problema no avião. “

O quarto trimestre de 2016 foi muito acirrado para a Mitsubishi. O fabricante japonês fez voar seu primeiro avião (FTA-1) para sua instalação de teste dos EUA no Aeroporto Internacional de Grant County em setembro, depois de duas falsas partidas. Em seguida, trouxe o FTA-4 para Moses Lake em novembro e o FTA-2 em dezembro.

maxresdefaultA Mitsubishi estava tentando trazer sua frota de teste para os EUA quanto antes possível para acelerar seu programa de teste e fornecer um espaço para questões técnicas ou de certificação que poderiam surgir.

A empresa disse no mês passado que está avaliando o cronograma do programa do MRJ, e seria provável fazer um anúncio sobre as possíveis mudanças em torno do final de janeiro.

O comentário veio através de uma especulação de que a Mitsubishi teria que anunciar um quinto atraso para o programa, após a sua admissão em outubro passado que advertiu o cliente de lançamento All Nippon Airways de um “risco de atraso” do primeiro MRJ.

A meta atual é que o primeiro MRJ90 ganhe a certificação em 2018 e que a aeronave entre em operação na metade de 2018.

COMPARTILHAR