Engenheiros e técnicos  da NASA moveram o módulo de serviço da Orion para a realização de testes na cabine de reverberação acústica na Estação Brook Plum, localizada na NASA Glenn Research Center em Sandusky, Ohio. O módulo de serviço já está no local desde a última sexta-feira, 8 de abril, porém o teste acústico está programado para começar dia 18 de abril. A estrutura azul, localizada na parte superior do módulo, é um simulador de massa que representa o módulo da tripulação da Orion.

O módulo de teste vai ser “jateado” com uma onda partindo de 152 decibéis, valor já danoso para a audição humana, e com variação de frequências na faixa de 20-10,000 hertz  para simular a intensa ação da vibração e ressonância no módulo de serviço da Orion, esse teste busca aproximar as condições de vibração e barulho a qual a Orion será submetida a durante o lançamento e ascensão para o espaço com o novo foguete chamado de SLS.

Isso faz parte de uma série de testes para verificar a integridade estrutural do módulo de serviço da Orion para a primeira missão de exploração com humanos ao planeta Marte, e também o primeiro voo tripulado da nave espacial SLS.

O módulo de serviço foi fornecido pela ESA (Agência Espacial Europeia) e construído pela Airbus Defence and Space. O módulo de serviço tem função de impulsionar e resfriar o veículo e também abriga tanques com ar e água, itens necessários para uma viagem de quase 1 ano até Marte.

COMPARTILHAR