O Esquadrão Orungan (1º/7° GAV) celebrou, no início de agosto, os cinco anos de operação da aeronave P-3 AM Orion pela Força Aérea Brasileira (FAB). O avião turboélice de fabricação americana foi modernizado na fábrica da Airbus Military, em Sevilha, na Espanha, e começou a ser entregue à FAB em 2011. Hoje, a instituição conta com uma frota de nove P-3 AM Orion sediados no esquadrão Orungan, em Salvador (BA).

O P-3 AM é utilizado na vigilância e proteção de áreas marítimas e dos recursos naturais da Amazônia Legal e, de modo especial, à região do pré-sal. Além disso, a aeronave apoia as atividades de busca e salvamento no Atlântico Sul sob responsabilidade do Brasil.

O avião possui um dos mais modernos sistemas para identificação por radar e dispõe do mecanismo Forward Looking Infra-Red (FLIR), que complementa as informações dos tráfegos marítimos, fornecendo imagens nítidas e claras mesmo no período noturno. A aeronave permite localizar, identificar e repassar todo o cenário do tráfego marítimo para embarcações da Marinha do Brasil e direcionar a atividade de policiamento para as áreas mais críticas.

As aeronaves são operadas por uma tripulação de até 12 militares e também podem ser empregadas em missões de reconhecimento eletrônico e de guerra antissubimarino, com destaques à participação na Operação Joint Warrior, no Reino Unido em 2013; na Operação Fraterno, na Argentina em 2014, e na Operação Porteira Fechada, em 2015, em apoio à Polícia Federal. Desde 2011 até hoje, o esquadrão também formou novos tripulantes entre militares vindos de várias unidades da FAB.

 

Via – Força Aérea Brasileira

COMPARTILHAR