O Airbus A380 é atualmente o maior avião de passageiros do mundo, e logicamente, qualquer acidente com uma aeronave dessa seria bem catastrófico. Mas esse caso a seguir ocorreu com uma aeronave do modelo A380 e outra do modelo A330, ambas fabricadas pela Airbus, elas poderiam estar transportando no total 892 passageiros.

As duas aeronaves estavam sobrevoando as Ilhas Maurício, quando o capitão Roberto Vallicelli da companhia Air Seychelles precisou desviar rapidamente de um A380 da Emirates que seguia na direção contrária, o TCAS da aeronave foi ativado e o incidente evitado com uma curva à direita realizada pelo A330.

O controle de tráfego ordenou a descida do A380 da Emirates enquanto o A330 da Air Seychelles estava subindo para o FL370 (37 mil pés), nesta condição os dois aviões acabaram cruzando na mesma altitude, enquanto o A380 da Emirates descia para o nível indicado pelo controle de tráfego aéreo. Todo o problema se originou no A380 da Emirates, já que o piloto entendeu que deveria estabilizar no FL360 (36 mil pés) enquanto o controle de tráfego informou o FL380 (38 mil pés).

A Emirates estava usando neste voo um A380 com capacidade para 615 passageiros, em configuração dual-class, enquanto isso o A330 da Air Seychelles tem capacidade para 277 passageiros. Apesar do susto as aeronaves estavam a uma distância considerável, a separação horizontal variou de 6 km a 12 km.

 

Via – AvHerald

COMPARTILHAR