Gripen 39-7
Projeção do Gripen NG. Foto – Saab

A Saab divulgou seus resultados de 2015 através de uma conferência realizada em Estocolmo, na Suécia. O crescimento anunciado nas vendas foi de 16% só para o ano de 2015, que só foi alcançado graças ao projeto Gripen NG, realizado conjuntamente com o Brasil e o AEW para o Emirados Árabes.

Atualmente os engenheiros do Brasil já se mostram empenhados no projeto do Gripen NG, até o momento 53 já estão trabalhando na planta da Saab na Suécia, com mais 25 que irão compor o primeiro grupo. Enquanto isso uma parte da Saab trabalha em um projeto de aeronave AEW, também conhecida como radar aéreo, com base em um Bombardier Global 6000 adaptado pela empresa na sua sede. A Saab espera entregar as 36 aeronaves Gripen NG para o Brasil entre 2019 e 2024, contando com todos os processos de fabricação e certificação.

Gripen-NG-Mockup-cockpit
Cockpit do Gripen NG. Foto – Sgt Rezende/FAB

“Depois de 21 anos, recebemos no terceiro trimestre encomenda do Brasil”, disse o CEO da Saab,Håkan Buskhe. Ele complementa, “O grande desafio é basicamente a transferência de tecnologia e a construção do modelo biplace”, observa ele, mas acrescenta: “parece muito promissor: nós nos encontramos tudo o que foi necessário e recebemos os pagamentos.”

Ao todo a Saab contabilizou um carteira de pedidos em 2015 de SKr 114 bilhões, aproximadamente 13,5 bilhões de dólares na cotação atual.

COMPARTILHAR