O chefe do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa), brigadeiro-do-ar Marcelo Moreno, afirmou que o aparente aumento no número de acidentes em geral está concentrado na aviação de pequeno porte e se deve justamente à redução do número de horas voadas pelas grandes empresas.

Moreno participou nesta quarta-feira (8) de audiência pública da Comissão de Viação e Transportes da Câmara dos Deputados para debater a infraestrutura aeronáutica e a segurança do setor aéreo.

Você pode conferir um pouco mais sobre os debates no curto vídeo abaixo:

O evento foi realizado a partir de um requerimento apresentado pelo deputado Leônidas Cristino (PDT-CE).  Ele destaca a importância do transporte aéreo para o desenvolvimento do País e revela preocupação com a recente tendência de aumento no número de acidentes.

Citando dados do Relatório Anual de Segurança Operacional, o parlamentar aponta que, de 2013 a 2019, houve uma redução ano a ano da média móvel de ocorrências e uma acomodação do número anual de acidentes na faixa de 110 a 135 eventos.

Em 2020, entretanto, mesmo com a diminuição de 31% nos voos no espaço aéreo brasileiro por conta da pandemia de Covid-19, foram registrados 112 acidentes. Já em 2021, até o dia 10 de novembro, foram catalogadas 114 ocorrências, índice já maior que o registrado nos anos de 2017, 2019 e 2020.

 

Fonte: Agência Câmara de Notícias

DEIXE UMA RESPOSTA