Foto - Boeing

Nesta segunda-feira as ações da Boeing tiveram uma forte queda, que chegou a 12,73%, contadas a US$ 368,75, no índice Dow Jones. Apesar da forte reação ao acidente da Ethiopian Airlines, que envolveu um 737 MAX 8, as ações fecharam o dia com queda de 5,33%, cotadas a US$ 400,01.

O Boeing 737 MAX 8 da Ethiopian Airlines transportava 149 passageiros e 8 tripulantes, e cumpriria o voo ET302 para Nairobi, no Quênia. Não há sobreviventes do acidente.

Várias companhias aéreas, incluindo a GOL e a Aeroméxico, além de empresas da China, anunciaram a suspensão das operações com o 737 MAX 8, por um período indeterminado.

A Ethiopian Airlines ressaltou que ainda não sabe as causas do acidente, e que uma investigação será conduzida para esclarecer os motivos que levaram o avião a colidir com o solo em alta velocidade. As duas caixas-pretas da aeronave foram localizadas e resgatadas, elas vão esclarecer as causas do acidente.

O foco da Boeing no momento está voltado para o acidente, que é o segundo envolvendo o 737 MAX em menos de 5 meses. O primeiro, da Lion Air, teve algumas semelhanças com o acidente deste domingo, e a Boeing está trabalhando para investigar as causas do acidente.