Via - ANA Aeroportos/Divulgação

Entre a noite de ontem (15/04) e esta terça-feira (16/04), dois aeroportos de Portugal entraram em uma situação e emergência de combustível, após uma greve de trabalhadores da área de fretes afetar o abastecimento nos Aeroportos de Farto e Lisboa.

Até às 18h00 desta terça (horário de Lisboa), o abastecimento não tinha se restabelecido nos dois aeroportos. Postos de combustíveis para carros e caminhões também estão com o abastecimento suspenso.

De acordo com a operadora dos aeroportos, a ANA, as companhias foram avisadas e estão a trabalhar para contornar o problema com outras soluções, nenhum voo foi cancelado até às 14h00 (horário de Lisboa), somente um da Turkish Airlines, mas sem relação com este problema de fornecimento do Querosene de Aviação (QAV).

“Devido à greve nacional nos transportes, o fornecimento de combustível às aeronaves encontra-se suspenso. Por favor, informe-se junto da sua companhia aérea sobre o estado do seu voo”, disse a ANA, administradora dos aeroportos nesta manhã.

No final da tarde desta terça-feira a GNR escoltou camiões-cisterna (caminhões) que carregavam QAV para o Aeroporto de Lisboa. 

As operações no Aeroporto de Porto estão totalmente normalizadas.