Aeroporto de Passo Fundo
Obras em andamento. Foto: Divulgação/DAP

Servidores técnicos do Instituto de Cartografia da Aeronáutica (ICA) estão em Passo Fundo, nesta semana, fazendo as medições e marcações na pista antes de outro órgão vinculado a Aeronáutica realizar o voo que dará a autorização para a retomada do funcionamento do Aeroporto.

Entre esta terça (11) e a quinta-feira (13), servidores técnicos do Instituto de Cartografia da Aeronáutica (ICA), órgão vinculado ao Centro Integrado de Defesa Aérea e Controle de Tráfego Aéreo – II (CINDACTA), estão trabalhando no levantamento topográfico e nas marcações da pista do Aeroporto Lauro Kortz.

IU-50 GEIV
O avião dos voos baixos fará testes em breve no Aeroporto de Passo Fundo (RS).

A ação antecede o voo-teste que será feito nas próximas semanas pelo Grupo Especial de Inspeção em Voo (GEIV), ligado a Aeronáutica, com o objetivo de garantir a liberação das operações aeroportuárias e a retomada dos voos comerciais no local.

O trabalho dos técnicos do ICA foi acompanhado pelos secretários Municipais de Obras, Rubens Astolfi; e pelo de Transportes e Serviços Gerais, Alexandre de Mello; que compõem o Grupo de Trabalho criado pelo prefeito de Passo Fundo, Pedro Almeida, para que a Prefeitura participe de todas as etapas até a liberação de todas as atividades no Aeroporto.

“Este Grupo tem feito um trabalho muito importante, porque apesar das aferições e das liberações serem responsabilidade do Governo Federal e dos órgãos nacionais competentes, o Município pode colaborar em outras frentes de ação, que é o que vem ocorrendo”, disse Pedro.

Conforme Astolfi, o ICA é responsável pelos levantamentos topográficos e pela conferência das marcações do PAPIs – os equipamentos de segurança que já foram aferidos pelo CINDACTA II, recentemente.

“Os técnicos do Instituto estão fazendo as conferências do nivelamento da cabeceira e das áreas da pista, de manobra e do pátio, além de marcarem o ponto de origem, que é o ponto mais importante para permitir o voo-teste”, explicou o secretário de Obras, complementando que este tipo de trabalho topográfico serve de base para o mapeamento da nova estrutura do Aeroporto. “Esta etapa antecede o voo-teste de homologação da pista, que é a última fase antes da liberação dos voos comerciais”.

 

Via: Prefeitura de Passo Fundo

DEIXE UMA RESPOSTA