Foto - Vinci Airports

No primeiro trimestre de 2019, o tráfego nas plataformas geridas pela VINCI Airports aumentou 6,4% em relação ao primeiro trimestre de 2018, com um total de 47,6 milhões de passageiros processados nos aeroportos da rede.

 

França

Na França, o tráfego nos 12 aeroportos administrados pela VINCI Airports subiu 9,6% no primeiro trimestre, para 4,6 milhões de passageiros. Em Lyon-Saint Exupéry, o segundo aeroporto regional mais movimentado de França, o tráfego subiu 9,7%, superando o crescimento médio do tráfego nos aeroportos franceses.

Entre os destaques que impulsionaram o crescimento estão a abertura de uma nova rota para Tel Aviv pela easyJet, a duplicação de frequências da Aeroflot para Moscovo e o forte desempenho do tráfego doméstico, tanto por companhias de baixo custo, quanto de bandeira.

Nantes Atlantique (+ 14,1%), Rennes Bretagne (+ 18,6%) e Toulon Hyères (+ 21,0%) registaram crescimentos de tráfego de dois dígitos no primeiro trimestre.

Foto – Vinci Airports

 

Portugal

Em Portugal, o crescimento do tráfego foi particularmente acentuado em Faro (+ 12,3%) e Porto (+9,5%), refletindo a contínua popularidade do país entre os turistas estrangeiros. No hub de Lisboa, o tráfego cresceu 4,2%, apesar da elevada base de comparação e das atuais limitações de capacidade.

Para acomodar a evolução do tráfego até que a concessão termine em 2063, a VINCI Airports assinou com o governo português, em 8 de janeiro de 2019, um acordo para financiar a expansão da capacidade aeroportuária de Lisboa, tanto pela extensão do aeroporto de Lisboa existente como pela abertura de um novo aeroporto civil no Montijo, a 25 quilómetros do centro da cidade.

 

Japão

No Japão, o Aeroporto Internacional de Kansai, que recentemente recebeu vários prémios no Skytrax 2019 World Airport Awards, destacando a sua excelência operacional e qualidade de serviço, alcançou um sólido desempenho, com um crescimento de 5,7% no tráfego de passageiros para quase 8 milhões de passageiros durante o primeiro trimestre, um ganho de meio milhão de passageiros em relação ao primeiro trimestre de 2018.

O Aeroporto de Osaka-Itami, com o tráfego a subir 2,5% no primeiro trimestre, ficou em primeiro lugar entre os aeroportos mais pontuais do mundo em 2018, de acordo com o relatório anual publicado pela OAG.

 

Camboja

No Camboja, as tendências de forte crescimento continuam no aeroporto de Phnom Penh (+ 15,8%), impulsionadas em particular pela abertura em janeiro de uma nova rota operada pela Air China, ligando a capital a Pequim. O aeroporto de Sihanoukville também viu o tráfego mais do que duplicar em comparação com o mesmo período de 2018 (+ 132%).

 

República Dominicana

Na República Dominicana, a recuperação do tráfego é significativa, com 9,3% na capital Santo Domingo, graças aos aumentos de capacidade implementados pelas operadoras americanas.

Finalmente, a maioria dos aeroportos que aderiram à rede VINCI Airports em 2018 obtiveram um desempenho muito bom.

 

Reino Unido

No Reino Unido, o aeroporto de Belfast viu o seu tráfego aumentar em 11,9%, graças ao dinâmico mercado interno britânico.

 

Costa Rica e Sérvia

Na Costa Rica, o número de passageiros através do aeroporto de Libéria aumentou 10,2%. Na Sérvia, o tráfego em Belgrado cresceu 3,7%.