Air Baltic aposenta o Boeing 737, e agora opera somente com o Airbus A220

Boeing 737 Air Baltic

A Air Baltic está realizando hoje (17/12) o último voo do Boeing 737 na sua frota, retirando completamente o avião da operação de voos comerciais.

O último 737 da Air Baltic foi uma aeronave da variante -300, de matrícula YL-BBX. A aeronave voou de Riga para Ostrava, na República Tcheca.

O avião deste voo tinha 21 anos de uso, e foi encaminhado para as instalações da Magnetic MRO, que adquiriu três aviões 737 Classic que operavam na frota da Air Baltic.

O presidente-executivo da Air Baltic, Martin Gauss, disse que o 737 era uma “parte notável” da frota da transportadora desde que foi incorporado em 2003.

“Eles serviram como nosso avanço, ajudando a nos estabelecer como uma forte transportadora regional”, acrescenta. A companhia aérea usou 20 aviões 737 no período e afirma que seu alcance permitiu a expansão de sua rede para cidades como Lisboa, Baku e Tel Aviv.

O Airbus A220-300 é o avião responsável por substituir o Boeing 737 Classic na frota da Air Baltic. Este novo avião tem um tamanho equivalente ao Boeing 737-300, transportando praticamente a mesma quantidade de passageiros.

O A220-300 suporta até 160 passageiros em classe única, mas a companhia equipa sua aeronave com confortáveis 145 assentos no interior.


Airbus A220
Foto: Divulgação Airbus

No momento a airBaltic tem a frota de aviões mais jovem do mundo, após aposentar as suas aeronaves Bombardier Q400 e Boeing 737. Dessa forma, a companhia é a primeira do mundo a ter uma frota padronizada com aviões Airbus A220.

A idade média dos seus aviões A220 é de apenas 22 meses de uso, contabilizando já as novas entregas.

A companhia aérea disse que recebeu nos últimos dias mais dois aviões Airbus A220-300, de matrícula YL-AAX e YL-AAY. Agora a companhia tem 25 aviões Airbus A220 na sua frota, com uma encomenda para 50 aeronaves.

 

DEIXE UMA RESPOSTA