Embraer Air Canada

A Air Canada declarou hoje (1º/03) que vai transferir cerca de 25 aviões Embraer E175 para a Jazz, uma parceira regional da companhia aérea.

Esses aviões devem sair da Sky Regional, uma outra parceira da Air Canada. Ao mesmo tempo a companhia canadense coloca em dúvida a continuidade da Sky Regional, que emprega cerca de 650 pessoas e só tem essas aeronaves para operar voos.

A mudança na Air Canada em si está focada em simplificar as operações da aérea, tirando divisões que geram custos adicionais, e padronizando a frota. A companhia ainda disse que a mudança foi influenciada pela crise causada pelo coronavírus na indústria de transporte aéreo do Canadá.

No entanto, essa transferência dos aviões da Embraer ainda depende de uma aprovação do sindicato de pilotos da Jazz, a Air Line Pilots Association, International (ALPA).

A Jazz atualmente opera com 67 aviões turboélice Dash 8, além de ter mais 46 aviões Bombardier CRJ. Vale ressaltar que a companhia planeja aposentar 19 aviões Dash-8-300 neste ano.

Com essa alteração, a companhia também passa a operar com aviões fabricados no Brasil, ao contrário dos canadenses da Bombardier.