Batismo do ARJ.

A Air China está encomendando 35 aviões ARJ21-700 Comac, de fabricação chinesa, em um acordo avaliado em US$ 1,33 bilhão, considerando o preço de tabela.

A entrega da aeronave está programada para ocorrer em etapas, entre 2020 e 2024.

A Air China acrescenta que negociou uma “grande concessão de preços”, o que significa que o preço real será menor que o valor listado na tabela.

A aeronave será usada para expandir a frota principal e das suas subsidiárias, embora não tenha especificado quais companhias usarão os ARJ21.

Ele afirma que a transação, aprovada durante a reunião a bordo de uma aeronave, não terá “impacto significativo” em seu fluxo de caixa ou operações comerciais.

A aquisição da aeronave aumentará a capacidade geral do grupo em pouco mais de 1%, acrescenta a Air China.

DEIXE UMA RESPOSTA