Com o avanço tecnológico na aviação, é notório a diminuição da carga de trabalho para os pilotos em importantes procedimentos durante o voo. Com isso, muitos procedimentos sofreram automatizações graças ao auxílio de softwares, mesmo assim, é imprescindível o acompanhamento humano durante a operação de uma aeronave, caso ocorra uma eventual falha e necessite de uma intervenção humana.

Neste sentido, a Airbus em colaboração com a Cathay Pacific está realizando um estudo (Project Connect) para viabilizar os voos com o A350 com um único tripulante durante a sua condução, com a pretensão de colocar o projeto em prática a partir de 2025.

O A350 poderá transformar em definitivo a maneira como as companhias aéreas utilizam a sua tripulação. Foto: Airbus

O uso de tecnologias para uma tripulação reduzida tem despertado bastante interesse por parte dos operadores aéreos. Segundo a Airbus, cerca de 25% dos custos operacionais de uma aeronave estão relacionados com a tripulação, o que pode ser uma vantagem para as companhias aéreas que estão em busca de menores custos operacionais, em especial, para os voos de longo curso.

“Precisamos amadurecer a tecnologia para permitir qualquer redução adicional de membros do cockpit nas tripulações. Então, temos um conjunto de revisões de nível de prontidão tecnológica, que em algum momento, podem reiniciar. Tem um impacto econômico. Então, do ponto de vista da tecnologia, poderíamos automatizar um pouco dele para um cockpit que será mais moderno. Então, isso está no espaço tecnológico”, anunciou a Airbus.

Apesar dos eventuais questionamentos sobre as questões securitárias, a Airbus enfatiza que a segurança sempre foi prioridade na sua filosofia, afirmando que o Project Connect está em fase de amadurecimento e que a automação está acompanhará as melhorias de segurança para uma operação segura.

Mesmo com o otimismo sobre o Project Connect, a Airbus acredita que tais mudanças  levarão um tempo para aceitação, destacando que, no momento certo, o mercado irá aceitar essa nova realidade.

DEIXE UMA RESPOSTA