Na reunião da IATA que está ocorrendo em Cancún, no México, a Airbus confirmou que está planejando como irá realizar uma redução na produção atual do A380, após não conseguir obter mais encomendas para a aeronave. A afirmação foi realizada durante uma assembleia na qual o vice-presidente de programas da Airbus, Didier Evrard, colocou essa informação.

Por enquanto a Airbus está a trabalhar para mitigar o efeito financeiro dessa decisão na empresa, visto que o alto valor de custo do A380 impacta diretamente nas receitas da Airbus e pode causar uma queda nas ações da empresa. Mas caso ainda não tenha pedidos até o final de 2017, para entregar entre 2018 e 2019, a Airbus deverá aplicar esse enxugamento de produção.

Classe econômica do A380 Dual Class da Emirates. Foto – Emirates

Evrard disse até mesmo que a produção do A380 pode ser de somente 1 aeronave por mês, ou menos. Reduzindo de 27 aeronaves fabricadas em 2015 para até 12 aviões em 2018, caso tenha encomendas para fechar essa meta. Apesar disso a Airbus ainda está tentando manter a linha de produção do A380 por mais de 20 anos, mesmo sem confirmar se haverá uma versão A380neo, com novas tecnologias para diminuir o consumo de combustível. Porém a empresa confirmou os estudos para usar Sharklets no A380, com 4% a menos de consumo de combustível como resultado.

Nos últimos anos a Airbus trabalhou para diminuir o custo do km voado por assento, aumentando a capacidade de passageiros do A380 fazendo várias reconfigurações internas na aeronave, como postado aqui na Aeroflap, a fabricante europeia planejou até uma econômica do A380 com 11 assentos por fila, para aumentar a densidade de passageiros na aeronave.

Os novos layouts apresentados pela Airbus desde o primeiro voo do A380 acrescentam até 80 assentos na aeronave, incluindo as escadas re-projetadas.

Recentemente a Emirates reduziu as entregas do A380 entre 2017 a 2018, voltando a receber normalmente só em 2019. A Malaysia Airlines também repassou seus A380 para uma subsidiária, após ter dificuldades para vender as aeronaves. No momento a Airbus tem 107 encomendas para o A380.

No evento da IATA a Airbus está listada como Patrocinadora de Ouro, juntamente com a Boeing e a GE Aviation.

 

 

Via – Aviation Week