Montagem de Aeronaves A320 no Alabama - EUA. Foto - Airbus

A Airbus estabeleceu sua nova meta de produção da divisão de aeronaves comerciais para 2019, com um crescimento na ordem de 10% no número de entregas, comparando com 2018.

Enquanto no ano anterior a Airbus fechou exatamente na meta de 800 aeronaves produzidas, em 2019 a fabricante europeia quer fabricar de 880 a 890 aeronaves e entregar as mesmas para os clientes.

Essa meta da Airbus é ambiciosa, mas capaz de ser atingida com as novas expansões de produção na linha de produção do Alabama, nos EUA, e em Tianjin, na China. Além disso uma linha de montagem final da família A320 em Hamburgo, na Alemanha, já está sendo utilizada com produção máxima de 10 aeronaves por mês.

A meta da Boeing, principal rival da Airbus, é de entregar 900 aviões em 2019, com um limite de 905 aeronaves. Vale ressaltar que a Boeing não contabiliza nos seus dados as aeronaves da Embraer, mas a Airbus contabiliza agora o antigo CSeries, hoje chamado de A220.

Por enquanto a fabricante europeia registra 7577 aeronaves encomendadas.