Airbus A320 Aeronaves EUA Estados Unidos
Foto - Airbus

A Airbus lançou hoje (27) novos dados da sua produção de aeronaves entre 2023 e 2025, já esperando um aumento da demanda por novos aviões nos próximos meses.

A atualização da fabricante também alerta aos fornecedores sobre um aumento na produção nos próximos meses, para garantir o cumprimento dos prazos.

“O setor de aviação está começando a se recuperar da crise do COVID-19”, disse Guillaume Faury, CEO da Airbus. “A mensagem para nossa comunidade de fornecedores fornece visibilidade para todo o ecossistema industrial para garantir os recursos necessários e estar pronto quando as condições do mercado assim o exigirem. Paralelamente, estamos transformando nosso sistema industrial, otimizando nossa configuração de aeroestruturas e modernizando nossas instalações de produção da Família A320. Todas essas ações são postas em prática para preparar o nosso futuro.”

Família A320: A Airbus confirmou uma taxa média de produção da Família A320 de 45 aeronaves por mês no 4º trimestre de 2021, e pede aos fornecedores que se preparem para o futuro garantindo uma taxa firme de 64 aviões produzidos por mês até o 2º trimestre de 2023. Em antecipação a um mercado em recuperação contínua, a Airbus também está pedindo aos fornecedores que habilitem um cenário para produzir até 70  aviões ao mês no primeiro trimestre de 2024. A longo prazo, a Airbus está investigando oportunidades para taxas tão altas quanto 75 aviões por mês até 2025.

Família A220: Atualmente com uma taxa de cerca de cinco aeronaves produzidas por mês da Mirabel e Mobile, a Airbus vai aumentar a produção para seis aeronaves por mês no início do próximo ano (2022). A Airbus também prevê uma taxa de produção mensal de 14 aviões em meados desta década.

Família A350: Atualmente com uma taxa de produção média de cinco por mês, espera-se que esta aumente para seis aviões A350 até o terceiro trimestre de 2022.

Família A330: A produção permanece em uma taxa de produção média mensal de duas aeronaves por mês.