Airbus recebeu apenas 8 pedidos de aeronaves entre os meses de abril e junho

A Airbus recebeu apenas 8 pedidos para aeronaves comerciais entre os meses de abril e junho desse ano.

A baixa procura por novas aeronaves também reflete a atual baixa demanda por viagens, com várias aeronaves sendo estocadas e retiradas das grandes frotas.

A fabricante teve um prejuízo de € 1,2 bilhões (US$ 1,4 bilhão) no trimestre e as receitas tiveram queda de 50%.

Além do baixo número de pedidos a Airbus também tem lidado com o adiamento de entrega de aeronaves em todo o mundo. As companhias aéreas estão adiando por um período minimo de um ano e meio, deixando o cronograma da Airbus totalmente desregulado.

Os únicos pedidos novos vieram da empresa de leasing irlandesa Avolon, que encomendou  aeronaves A320neo e A321neo. A Avolon também cancelou um pedido de um A330neo, reduzindo a contagem para oito no trimestre. As entregas da Airbus foram retomadas em junho, com 36 aviões entregues durante o mês, com um total de 74 aviões durante o trimestre.

 

DEIXE UMA RESPOSTA