A Airbus vai aproveitar o maior espaço disponível para produção, após o encerramento da montagem do A380 em Toulouse, para expandir ainda mais a produção do A320.

Com esse “espaço extra” a Airbus será capaz de entregar 63 aviões da família A320 por mês, a partir de 2021. Por enquanto a empresa trata esse número como meta, mas já fala ser possível.

Ainda neste ano a Airbus espera atingir a capacidade máxima de entregar 60 aviões da família A320 por mês.

A Airbus tem um “backlog” para 3651 aviões do modelo A320neo, 2160 para o A321neo e 55 para o A319neo. Além disso, ela precisa fabricar mais 157 jatos da geração anterior, a Ceo.