Clique Aqui e receba as principais Notícias da Aviação em tempo real diretamente no seu Whatsapp ou Telegram.

Lufthansa Boeing 747-8 Alemanha

A partir de hoje(30), todos os passageiros que chegarem a Alemanha, terão de apresentar um de Covid-19 com o resultado negativo. A mudança na exigência de entrada de viajantes acontece antes do feriado de Páscoa e será valido para todos os passageiros independente do país de origem, nesta época do ano espera-se um volume elevado de viagens.

A medida visa conter o avanço da Covid-19 e de suas variantes pela Alemanha, pois um outro país próximo enfrentou um aumento significativo de casos. Hoje em dia a França tem enfrentado um aumento na taxa de contaminação em crianças, com isso o país pode em breve decretar um lockdown total. 

O Instituto Robert Koch na Alemanha, elaborou uma relação de países e locais que possuem riscos elevados da Covid-19, os países foram divididos em quatro classificações. Sendo áreas das novas variantes do vírus, áreas de alta incidência do vírus, novas áreas de risco e áreas não consideradas em risco.

Tanto os testes de RT-PCR como os testes rápidos serão aceitos desde que estejam feitos 48 horas antes da viagem. Os testes terão de ser custeados pelos próprios passageiros e somente poderão embarcar se apresentarem o resultado negativo contra a Covid-19. 

Recentemente a Alemanha retirou o Reino Unido e outros países da relação com riscos elevados, o que exigia quarentena na chegada ao país. Um dos locais que foram retirados da relação de áreas com alto risco é Maiorca nas Ilhas Baleares na Espanha.

Quase imediatamente após a baixa da restrição do local, a companhia aérea Eurowings registrou uma procura elevada de voos para a Ilha. O Chanceler da Alemanha Heiko Maas, reforçou que mesmo sem a restrição das Ilhas Baleares, “não significa um convite para sair e não seguir os protocolos”, o Chanceler pediu ainda que a população continue seguindo estreitamente os cuidados.