Aeroporto de Brasília
Foto - Aeroporto de Brasília/Inframerica

A 16ª edição do ALTA Airline Leaders Forum, considerado o maior evento de líderes de aviação comercial da América Latina e do Caribe, começou neste domingo (27/10) no Centro de Convenções e Eventos do Brasil 21.

O Fórum ALTA reunirá até na próxima terça-feira (29/10) aos mais altos executivos do setor aéreo, representantes do governo, autoridades da aviação civil e associações do setor, com o objetivo de desenvolver um amplo diálogo sobre a competitividade do setor no cenário atual.

O evento é uma realização da Associação de Transporte Aéreo da América Latina e do Caribe (ALTA), que começou oficialmente hoje com uma conferência de imprensa para a mídia local e internacional.

O diretor executivo e CEO da ALTA, Luis Felipe de Oliveira, destacou durante a reunião com a imprensa a importância do fórum para a abordagem do setor, bem como os principais desafios dos países da região e as questões que serão discutidas durante a ALTA Airline Leaders Forum para aumentar a competitividade da aviação.

De Oliveira disse: “A aviação na América Latina e no Caribe atualmente representa 8% da aviação global. Cada avião que decola gera mais vendas para os fabricantes de aeronaves, mais receita para governos e aeroportos, mais serviços e peças, mais empregos. Para cada emprego direto gerado pelo setor aéreo, empregos indiretos adicionais são criados por seu efeito catalítico. O setor está investindo pesadamente em aviões mais modernos e hoje a região possui uma das frotas mais modernas do mundo que consomem menos combustível, reduzindo assim nossa pegada de carbono. Nos próximos dias, teremos discussões importantes para identificar e definir as ações necessárias para melhorar a competitividade da indústria e da região, alcançar o crescimento esperado de forma a respeitar o meio ambiente e gerar mais benefícios para a região e as populações atendidas.”
 
O Presidente do Comitê Executivo da ALTA e o Presidente da Copa Airlines, Pedro Heilbron, comentou que “o Fórum de Líderes de Linhas Aéreas da ALTA é o evento mais importante do ano para a ALTA e escolhemos o Brasil por causa da importância do mercado brasileiro para o mundo”.

O presidente da Associação Brasileira de Companhias Aéreas (ABEAR) citou quatro grandes desafios da aviação. Para Eduardo Sanovicz, “a mãe de todas as batalhas é o custo do querosene de aviação, que representa um terço do custo da operação”. Ele citou a redução do imposto estadual (ICMS) sobre combustível no estado de São Paulo, que resultou em um compromisso inicial das companhias aéreas em oferecer 490 novos voos.

“Lá, fechamos o mês de setembro com 491 novas partidas semanais em operação e um total de 648 vôos anunciados”, afirmou. O modelo tributário e o ambiente regulatório também apareceram na lista de Sanovicz como questões prioritárias para a aviação brasileira, bem como o programa brasileiro de renovação da infraestrutura aeroportuária.

“Para o futuro, vemos uma agenda no Brasil que continua com a mesma intensidade. A importância de um evento como esse para a América Latina e o Caribe é criar um espaço para a integração de agendas relevantes, como o ambiente regulatório e o controle do espaço aéreo no país”, concluiu.

O Secretário Nacional de Aviação Civil do Brasil, Ronei Glanzmann, destacou que o fato de o evento ocorrer em Brasília é muito simbólico e é resultado de uma aliança entre o governo e a ALTA.

Ele disse que o governo federal tem o objetivo e o dever de fazer com que o setor de aviação brasileiro desempenhe seu papel de liderança no mercado latino-americano.

“Estamos fazendo tarefas domésticas e dando passos importantes nesse sentido. Um deles foi a abertura do mercado para capital estrangeiro. Até 2025, queremos atingir 200 milhões de passageiros”, afirmou. Glanzmann também mencionou os acordos com os países da região e o objetivo de atingir 200 cidades atendidas por transporte aéreo regular.
                                                                            

Abertura oficial

A cerimônia de abertura oficial do evento ocorrerá na segunda-feira (28/10), a partir das 9 horas (horário local Brasília (GMT-3)). Em nome do governo brasileiro, o Presidente Presidente da ANAC participará da inauguração oficial, José Ricardo Botelho e o ministro de Infraestrutura do Brasil, Tarcísio Freitas.

Na agenda acadêmica de 28/10 e 29/10, executivos experientes e representantes do governo abordarão propostas concretas para aumentar a competitividade da região, revisando pilares como a judicialização e seu impacto no desenvolvimento da aviação no Brasil, tecnologia, infraestrutura, conectividade e turismo, para citar alguns.

 

Acesse a agenda completa do evento para conhecer as apresentações e os palestrantes aqui: www.altaairlineleaders.com

Para sintonizar a conferência ao vivo, acesse aqui: www.youtube.com/user/AEROALTA

Visite também o Anuário ALTA 2019-2020: www.alta.aero/wp-content/uploads/pdf/Yearbook2019.pdf

DEIXE UMA RESPOSTA