• Instagram
  • Feed
  • Telegram
  • Youtube

ALTA define a cidade brasileira que irá receber o maior evento de manutenção e compras técnicas da América Latina

ALTA CCMA & MRO Brasil 2024

O Rio de Janeiro será a cidade anfitriã do evento mais popular do setor de manutenção (MRO) e compras técnicas da América Latina e Caribe (LAC): a conferência ALTA CCMA & MRO 2024, que com 750 participantes deve gerar aportes para a cidade estimados em mais de 1 milhão de dólares de maneira direta, indireta e catalisada.

Promovido pela Associação Latino-Americana e do Caribe de Transporte Aéreo (ALTA), o evento reúne especialistas da indústria para discutir soluções que gerem eficiência e maximizem o desenvolvimento do setor, além das reuniões de dois grandes comitês de ALTA: Compras Técnicas e Manutenção, dedicados a compartilhar melhores práticas e tecnologias para o setor.

O tema é oportuno pois em junho, a United Airlines colocou sua primeira aeronave no hangar de manutenção no aeroporto Galeão, no Rio de Janeiro. A chegada do MRO da empresa marcou um passo importante e deixou a cidade em destaque no cenário internacional, com um centro de excelência para manutenção de aviões. Estimativas indicam que cerca de mil empregos diretos podem ser gerados, entretanto, por exigir uma mão de obra qualificada, a área de MRO necessita sempre de capacitação e novas ferramentas para seu constante desenvolvimento.

Pensando nisso, a ALTA CCMA & MRO será uma grande vitrine para o setor, uma vez que nos 3 dias de conferência muitos negócios são realizados entre companhias aéreas e fornecedores, criando oportunidades para a indústria na região e para o Rio de Janeiro.

“Durante o evento conseguimos fomentar relacionamentos e impulsionar transações. Trazemos um formato único ao realizar mais de 2 mil reuniões entre empresas aéreas e fornecedores, além de gerar uma agenda acadêmica que atualiza o setor com o que há de mais moderno”, destaca o CEO e diretor executivo da ALTA, José Ricardo Botelho.

ALTA CCMA MRO Evento Manutenção Brasil América Latina

Em 2022, quase 100 milhões de passageiros foram transportados no mercado doméstico e internacional no Brasil. Com 768 aeronaves, o país possui a maior frota da LAC, sendo um mercado imponente, mas ainda com muito potencial.

O ano de 2023 deverá se confirmar como um dos melhores para o turismo brasileiro. Isso porque, a previsão é de que o setor arrecade neste ano R$ 752,3 bilhões, o equivalente a 7,8% do PIB nacional. O valor irá superar em 5% o registrado no pré-pandemia (2019), quando foram registrados R$ 716,5 bilhões. Até o fim do ano, as mais de 50 cadeias econômicas também serão responsáveis por 7,9 milhões de empregos. Os dados são do Relatório de Impacto Econômico, produzido pelo Conselho Mundial de Viagens e Turismo (WTTC).

Para Botelho, esses números demonstram a importância da aviação para a economia, mas ainda é muito pouco perto do que o país pode realizar.

“A área de MRO é um canal de entrada para investimentos, o que, consequentemente, gera emprego e renda para o país. E o Brasil tem muitas janelas de oportunidade que precisam ser frequentemente debatidas”, afirma.

Veja também:

 

 

Via: ALTA

 

Quer receber nossas notícias em primeira mão? Clique Aqui e faça parte do nosso Grupo no Whatsapp ou Telegram.