American Airlines comemora 30 anos de liderança em Miami

Este mês, a American Airlines comemora o 30º aniversário de sua ousada manobra para estabelecer um hub no Aeroporto Internacional de Miami (MIA). Em outubro de 1989, a American operava apenas 19 voos por dia para seis cidades a partir de MIA.

Hoje, a companhia aérea sediada em Miami opera mais de 350 voos por dia para quase 130 destinos a partir do hub – um dos mais bem-sucedidos do setor aéreo global – incluindo serviços para mais de 70 cidades da América Latina e do Caribe. As operações de carga da American também cresceram substancialmente. Em 1989, elas movimentaram mais de 17 mil toneladas de correio e carga. Hoje, a AA Cargo movimenta cerca de 170 mil toneladas anualmente.

“Tivemos um crescimento sem precedentes em Miami nas últimas três décadas e o nosso compromisso com a comunidade está mais forte do que nunca. Todos nós da American Airlines temos orgulho do nosso título de principal companhia aérea de Miami”, disse Juan Carlos Liscano, vice-presidente da American Airlines em Miami. “Junto com nossos clientes e parceiros de negócios, continuaremos a ampliar o crescimento que registramos nos últimos 30 anos, com um forte foco em uma expansão na América Latina”.

O maior número de serviços para a América Latina

Nenhuma outra operadora baseada em MIA oferece tantos voos para a América Latina quanto a American. No mês passado, a companhia anunciou um aumento nos serviços entre MIA e Santiago (SCL), Lima (LIM) e São Paulo (GRU) . No início deste ano, a companhia acrescentou novos serviços para Córdoba, Argentina (COR) e Santiago de Cuba (SCU), destinos que só podem ser alcançados a partir dos EUA pela American.

Um impacto econômico de US$ 21 bilhões

A American é um motor econômico muito importante para Miami e para o sul da Flórida. O que começou como um pequeno centro operacional em 1989, com menos de 300 funcionários, tornou-se o terceiro maior empregador privado no Condado de Miami-Dade, com os mais de 13.500 membros de equipe e uma folha de pagamento anual superior a US$ 1,8 bilhão.


O impacto econômico da American também vai muito além dos membros da equipe que cuidam dos passageiros. Mais de 162 mil empregos indiretos são criados através do apoio a empresas que dá suporte às suas operações em MIA, o que significa que o hub da American em Miami contribui com mais de US$ 21 bilhões anualmente para a economia do sul da Flórida.

“A American Airlines tem um enorme impacto econômico em nosso país”, afirma o prefeito do Condado de Miami-Dade, Carlos Gimenez. “O hub de Miami impulsiona a economia do sul da Flórida e sua robusta programação é fundamental para o desenvolvimento econômico contínuo da nossa comunidade. Valorizamos o compromisso inabalável da American com essa comunidade e sabemos que o seu crescimento contínuo nos próximos anos continuará estimulando a economia local”, completa.

Investimentos em Miami e no sul da Flórida

O compromisso da American com MIA não se limita à sua rede de voos e aos seus funcionários. A companhia aérea investiu fortemente na comunidade nas últimas três décadas e apoiou dezenas de organizações, entre as quais estão United Way, Camillus House, Autism Speaks, Feeding South Florida e Nicklaus Children’s Hospital Foundation. Em 2018, o DoCrew, o corpo de voluntários da American, dedicou mais de 30 mil horas de seu tempo a estas e outras organizações sem fins lucrativos.

A American também está comprometida em promover sua cidade-sede como um ótimo lugar para morar, trabalhar e se divertir. A operadora tem parcerias com o Beacon Council, o Greater Miami Convention and Visitors Bureau e a Greater Miami Chamber of Commerce, entre outras organizações cívicas, para garantir o crescimento contínuo do hub de Miami. O sucesso da American no sul da Flórida ajudou a aumentar a reputação da cidade como um dos principais destinos de viajantes vindos de todo o mundo.

“O Greater Miami é uma porta de entrada e recebe diariamente um grande volume de visitantes internacionais”, diz William D. Talbert, III, CDME, Presidente e CEO da Greater Miami Convention & Visitors Bureau. “O GMCVB comemora o aniversário de 30 anos do hub da American Airlines em Miami ao lado de nossos parceiros em viagens. Com a maioria dos visitantes da Grande Miami chegando por via aérea, o investimento em infraestrutura feito pela American Airlines em nossa comunidade serve como uma plataforma fundamental para o desempenho do setor de turismo. ”

Ajuda para comunidades vizinhas

A American também se comprometeu a fornecer ajuda humanitária a comunidades vizinhas depois que vários furacões afetaram a região nos últimos anos. Depois que os furacões Irma e Maria causaram estragos nas ilhas do Caribe em 2017, membros da equipe de MIA imediatamente se dedicaram a ajudar as pessoas afetadas pelas tempestades. A American transportou cerca de 210 toneladas de suprimentos para Porto Rico após a tempestade, incluindo comida, água, macas, lonas e geradores. Ao todo, os itens de carga e de ajuda humanitária entregues ao Caribe totalizaram cerca de 1,4 mil toneladas.

Mais recentemente, a equipe de MIA ajudou seus colegas nas Bahamas que foram impactados pelo furacão Dorian. O hub da American em Miami arrecadou mais de US$ 55 mil para os membros da equipe que perderam quase tudo na tempestade e, poucos dias depois do furacão, também enviaram mais de 6,4 toneladas de suprimentos de ajuda humanitária.

“Sabemos que o que é bom para o Condado de Miami-Dade é bom para a American”, comenta Liscano. “O nosso compromisso com Miami continua mais forte do que nunca. Continuaremos a ser a companhia aérea preferida dos nossos clientes, a principal porta de entrada para a América Latina e um membro fiel da comunidade do sul da Flórida”, finaliza.

DEIXE UMA RESPOSTA