Foto - BH Airport/Divulgação

A Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) divulgou nesta segunda-feira (13/5) as Portarias que reajustam os tetos tarifários dos aeroportos de Galeão e Confins, conforme fórmulas estabelecidas nos respectivos contratos de concessão.

Os novos valores das tarifas poderão ser praticados somente 30 dias após a divulgação pelas concessionárias.

Os tetos das tarifas de embarque e conexão de passageiros e de pouso e permanência de aeronaves foram reajustados em 4,9405% para o aeroporto de Galeão e em 5,0912% para o aeroporto de Confins.

Os tetos das tarifas de armazenagem e capatazia de cargas de ambos os aeroportos foram reajustados em 4,9405%.

Foto – Divulgação / RIOgaleão

De acordo com a ANAC, os reajustes foram aplicados sobre os tetos estabelecidos pelas Decisões nº 49 e nº 50, considerando a inflação acumulada entre abril de 2018 e abril de 2019 medida pela variação do Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), do IBGE, observada no período.

Com a alteração dos valores, no aeroporto do Galeão, a tarifa máxima de embarque doméstico paga pelos passageiros passará de R$ 30,35 para R$ 31,85. Para o terminal de Confins, o valor teto da tarifa de embarque subirá de R$ 30,15 para R$ 31,69.

A tarifa máxima de embarque internacional, no aeroporto do Galeão, passará de R$ 111,21 para R$ 122,20. Em confins, o valor subirá de R$ 110,87 para R$ 121,92. Os valores das tarifas internacionais incluem o Adicional do FNAC, de US$ 18,00.

Teto da Tarifa de Embarque (R$)

Doméstico

Internacional

GIG

Vigente

30,35

111,21

Reajustada

31,85

122,20

CNF

Vigente

30,15

110,87

Reajustada

31,69

121,92

 

 

Tabela de tarifas de embarque dos aeroportos do Brasil:

Teto da Tarifa de Embarque (R$)

Doméstico

Internacional

GRU

30,94

120,56

VCP

29,30

117,65

BSB

29,49

117,98

GIG

31,85

122,20

CNF

31,69

121,92

ASGA

22,21

105,13

SSA, FOR, POA, FLN

31,08

120,84