Antonov An-124 sofre grave falha no motor com 84 toneladas a bordo

Um Antonov An-124 da Volga-Dnepr, de matrícula RA-82042, teve um sério problema de motor enquanto estava realizando o voo VI-4066, de Novosibirsk (Rússia) para Viena (Áustria) com 14 pessoas e 84 toneladas de carga (peças automotivas) a bordo.

A aeronave partiu da cabeceira 25 de Novosibirsk e estava na subida inicial com altitude de cerca de 1800 pés quando o sinal do transponder e a comunicação de rádio foram perdidos.

A tripulação levou a aeronave para um pouso na mesma pista de Novosibirsk, mas ultrapassou o final da pista no pouso em cerca de 200 metros. Não há registro de feridos.

A aeronave sofreu danos substanciais nas asas e no trem de pouso. O motor 2 (D-18T, lado esquerdo interno) teve uma falha em voo, como podemos ver pelas fotos abaixo, com os destroços do mesmo danificando a fuselagem, o bordo de ataque da asa e os slats.

Os serviços de emergência locais informaram que a aeronave partiu e retornou imediatamente em situação de emergência, saindo da pista durante o pouso. O Ministério Público dos Transportes da Sibéria Ocidental abriu uma investigação sobre o acidente.

A companhia aérea informou que a aeronave transportou 84 toneladas de carga de Seul (Coreia do Sul) para Viena (Áustria) com parada técnica em Novosibirsk, onde a aeronave, após decolagem para Viena, realizou um retorno em emergência. 

A tripulação foi levada a um hospital local por precaução, sem ferimentos. Uma equipe de apoio foi enviada para Novosibirsk com todo o equipamento necessário para avaliar os danos e tirar a aeronave da pista.


No vídeo abaixo podemos ver que os pilotos realizam uma manobra chamada “glissar” na final para o pouso. A manobra é realizada com finalidade de diminuir rapidamente a velocidade do avião, para adequar a mesma ao procedimento de pouso, e mostra um pouco da habilidade dos tripulantes.

 

Via – The Aviation Herald

DEIXE UMA RESPOSTA