Antonov An-225 finaliza missão que transportou 130 toneladas de suprimentos médicos

No dia 20 de maio o Antonov An-225 decolou de sua base, em Kiev (Ucrânia) para assumir mais uma missão de transporte de suprimentos médicos, desta vez levando uma imensa carga da China para o Canadá.

No mesmo dia o avião pouso em Almaty, no Cazaquistão, local que a Antonov Airlines está utilizando como base temporária para o transporte de suprimentos entre a China e a Europa. No dia 22 o maior avião do mundo decolou de Almaty, rumo à Tianjin, na China.

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Aeroflap (@aeroflap) em

No vídeo acima temos a decolagem do An-225 em Kiev.

Já em Tianjin, no dia 22, o Antonov An-225 recebeu uma carga de 130 toneladas, totalmente de suprimentos médicos. 

Então o avião gigante fez duas escalas antes de chegar em Montreal, a primeira em Nagoya, no Japão, e a outra em Anchorage, no Alasca (EUA), está última cidade também está sendo bastante utilizada por aviões cargueiros para levar suprimentos médicos até a América do Norte.

O pouso em Montreal foi realizado no dia 23 de maio, onde o avião e sua tripulação foram recebidos pelo embaixador extraordinário e plenipotenciário da Ucrânia no Canadá, Andriy Shevchenko.


No vídeo acima temos o pouso do An-225 em Montreal, no dia 23.

Esta é a segunda visita do Antonov An-225 ao Canadá durante a pandemia, também transportando suprimentos médicos. O governo local não confirmou a quantidade e quais materiais foram transportados no maior avião do mundo.

O Antonov An-225 pode transportar até 250 toneladas de carga, de acordo com a fabricante. A carga única mais pesada já transportada pelo An-225 teve um peso máximo de 187,6 toneladas.

Sua tripulação é bastante numerosa, são cerca de seis tripulantes trabalhando ao mesmo tempo no cockpit, e 17 no total para cada voo.

 

DEIXE UMA RESPOSTA