A NHR Táxi Aéreo teve a sua concessão de operador aéreo revogada pela ANAC no último dia 15 de dezembro. A medida foi tomada ao mesmo tempo que a NHR está sendo investigada após um voo da empresa ser interceptado com 752 kg de drogas a bordo.

O avião envolvido, um Embraer EMB-110 Bandeirante, opera com a matrícula PT-SGM, e foi apreendido no último dia 09 de dezembro no Aeródromo de Catolé do Rocha, no Sertão da Paraíba.

A decisão da ANAC pode ser conferida na imagem abaixo:

Dentro do avião estavam ainda quatro homens, sendo dois deles pilotos, que foram presos.

No depoimento os passageiros e tripulantes disseram que estavam transportando a droga a partir da Bahia para a Paraíba. A descoberta do voo foi através de uma denúncia anônima à polícia.

No Brasil, a NHR já operou até mesmo voos regulares de passageiros, mas ultimamente estava focada na operação de voos de táxi aéreo. A empresa diz que é inocente nessa situação, e está colaborando com as autoridades.

 

DEIXE UMA RESPOSTA