Argentina autoriza a operação de voos regulares domésticos

Aerolíneas Argentinas
Foto - Aerolíneas Argentinas

Nesta quinta-feira (15/10) as companhias aéreas da Argentina receberam uma autorização do Ministério dos Transportes para iniciar a operação de voos domésticos regulares.

A proibição de voos regulares estava em vigor à 7 meses, após o país bloquear as fronteiras e implementar uma quarentena.

As operações internacionais e de voos domésticos passaram a ser realizadas através de um esquema de voos especiais, com uma prévia autorização emitida pela ANAC da Argentina.

Nesses voos especiais e internacionais, realizados pela Aerolíneas Argentinas, só podem embarcar cidadãos da Argentina, familiares de cidadãos, ou com visto para trabalho no país.

O país ainda vai manter a restrição para voos internacionais, sem permitir que os voos regulares sejam realizados. Deste modo, a Aerolíneas Argentinas continuará a realizar essas operações especiais.

A Aerolíneas Argentinas será a primeira a retomar os voos domésticos regulares, já no próximo domingo (19). Já a Flybondi e a JetSmart devem retomar os voos a partir do dia 26 de outubro.

Antes mesmo da pandemia a Norwegian encerrou as suas operações na Argentina, e a LATAM Argentina fechou durante a quarentena. Logo essas empresas não devem participar da retomada de voos.


Mesmo as companhias que ficaram foram duramente afetadas pelo longo período de quarentena do país. A Flybondi, que antes operava com cinco aviões, agora só conta com um na sua frota. A própria estatal Aerolíneas Argentinas falou no meio da crise em suspender o contrato de 7500 funcionários, após registrar prejuízos milionários em cada mês.

 

DEIXE UMA RESPOSTA