Na manhã desta terça-feira, no Aeroporto de Schiphol, em Amsterdã, dois aviões colidiram em solo, enquanto se deslocavam.

Um Airbus A320 da EasyJet estava taxiando no pátio do aeroporto, e decolaria para Londres em breve, quando colidiu com um Boeing 737-800 da KLM que estava em procedimento de pushback, quando o avião é rebocado até uma posição no pátio em que possa acionar seus motores.

A colisão resultou em danos na Sharklet do A320 da EasyJet, e no estabilizador horizontal esquerdo do Boeing 737-800 da KLM.

A KLM encaminhou seu avião para reparos por uma equipe de manutenção da empresa, e alocou os passageiros em outro voo para Madrid. Enquanto isso, a aeronave da EasyJet precisou ficar em Amsterdã.

“A EasyJet confirma que duas aeronaves colidiram durante o pushback, uma das quais foi o voo EJU8868, de Amsterdã para Londres Gatwick. Os passageiros já desembarcaram no terminal onde receberam atualizações sobre seus voos e vouchers. O voo agora deve ser operado por uma aeronave substituta. A segurança de seus passageiros e tripulantes é a maior prioridade da EasyJet e uma investigação foi lançada de acordo com o procedimento para entender o que ocorreu”, disse a EasyJet em comunicado.

“Nesta manhã de terça-feira, um Boeing 737-800 da KLM colidiu em outra aeronave durante o pushback a partir do portão de embarque. Os passageiros não sofreram riscos, e foram alocados em outra aeronave após um atraso de 2,5 horas. Uma investigação está sendo conduzida para averiguar como essa situação pode ter surgido”, disse a KLM em comunicado oficial.

 

Veja abaixo o vídeo do incidente, publicado no Instagram da Aeroflap:

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Aeroflap (@aeroflap) em