Com crescimento de dois dígitos no mercado doméstico, um share ampliado desde o início de 2019 e mais 33 aeronaves na frota, a Azul necessitou de muitos funcionários adicionais nos últimos meses.

Ao todo a companhia planeja contratar 1500 novos funcionários neste ano, mas no 1º semestre destacamos a contratação pela Azul de diversos funcionários da Avianca Brasil, que paralisou suas operações em maio.

De acordo com John Rodgerson, presidente da Azul Linhas Aéreas, a companhia já contratou 800 ex-funcionários da Avianca Brasil, incluindo uma equipe de Agentes de Despacho em Congonhas, que será responsável agora pela Ponte Aérea entre o Rio de Janeiro e São Paulo, que a companhia estreia nesta semana.

Ao mesmo tempo a Azul já registra uma participação de 24,7% nos voos domésticos, em comparação com janeiro de 2019 a empresa tinha uma participação de 20%. Os dados foram informados pela ANAC e contabilizam todos os voos e passageiros embarcados.

A Azul inseriu na sua frota cerca de 14 aviões que operavam na Avianca Brasil, incluindo um Airbus A330, e planeja receber mais aviões A320neo, A321neo e Embraer E195-E2 até o final de 2019. Algumas aeronaves representam um crescimento da frota, outras são para substituir aviões de geração anterior, resultando em um menor consumo de combustível.