Mesmo depois do presidente da Azul Linhas Aéreas, John Rodgerson, ter afirmado sobre a companhia possivelmente “desistir” de participar do processo de leilão dos ativos da Avianca Brasil, a Azul acabou se candidatando nesta última quinta-feira para participar do leilão, que vai acontecer no próximo dia 07 de maio.

Isso permitirá que a companhia brasileira faça qualquer oferta pelos slots da Avianca Brasil, algo de interesse da Azul que está tentando entrar no mercado da ponte aérea.

A Azul deve concorrer no leilão com a GOL Linhas Aéreas e a LATAM Brasil. Todas as três empresas realizaram empréstimos para manter as operações da Avianca Brasil de março até a data do leilão.

O leilão causou muita tensão entre as três principais companhias aéreas do Brasil, incluindo a Azul, que trocaram acusações na mídia. A Azul anunciou no último dia 1º de maio que estava se retirando da ABEAR (Associação Brasileira das Empresas Aéreas), afirmando que prefere seguir independente.

A Azul Linhas Aéreas anunciou na última semana voos de Guarulhos para Fortaleza e Salvador, rotas operadas anteriormente pela Avianca Brasil, algo que ressalta o interesse da companhia pelos slots em Guarulhos, Congonhas e Santos Dumont.

A companhia também arrendou 5 aviões do modelo A320neo que antes pertenciam à Avianca Brasil, e inserir na sua frota mais aviões deste modelo e que operavam na Avianca Brasil.