Azul vai começar a fazer manutenções nos próximos meses em seu novo hangar de Campinas

O presidente da Azul Linhas Aéreas, John Rodgerson, declarou nesta terça-feira (10/12), que a Azul vai começar a realizar manutenções no seu novo Hangar de Campinas (Viracopos) a partir do 1º trimestre de 2020.

Construído sobre uma área de 100 mil m², o novo centro de manutenção da companhia abriga três andares e poderá receber até oito aviões A320 ou dois A330 simultaneamente.

Os 35 mil m² de área construída são divididos em três andares, dois deles destinados a oficinas. Um depósito de suprimentos técnicos, vestiários e um refeitório também fazem parte do projeto, que será o maior hangar da América Latina. Ao todo, 500 empregos diretos e indiretos devem ser criados no primeiro centro de manutenção da Azul no interior de São Paulo. 

A área de manutenção terá um amplo vão livre com 170 metros de comprimento por 90 de largura, com quatro posições para manutenção pesada e quatro para linha, oferecendo a infraestrutura necessária para instalações de qualquer tipo de manutenção ou tecnologia.

Além do hangar em Campinas, a Azul conta com três outros centros de manutenção no aeroporto de Pampulha, em Belo Horizonte. Em Minas, as aeronaves modelo ATR 72-600, os jatos da Embraer e os A320neo passam por manutenções completas a cada dois anos.

John ainda destacou que o novo Hangar vai baratear a manutenção dos A320neo e A330 da companhia, visto que a empresa precisa enviar o avião para o México, para os checks C e D, após a diminuição das operações da TAP ME no Brasil.

DEIXE UMA RESPOSTA