A plataforma de pesquisas Bartolomeo, desenvolvida pela Airbus para a Estação Espacial Internacional (ISS), foi entregue ao Centro Espacial Kennedy, na Flórida (EUA).

A iniciativa marca um passo a mais em direção a algo inédito no espaço: com seu lançamento planejado para março, a Bartolomeo se tornará a primeira plataforma de pesquisas comerciais a ser acoplada à ISS.

A Bartolomeo, financiada pela própria Airbus, será operada com o apoio da Agência Espacial Europeia (ESA) e pode acomodar até 12 slots de carga útil diferentes, fornecendo também uma fonte de alimentação e transmissão de dados de volta para a Terra.

Com a plataforma, a Airbus oferecerá acesso rápido e econômico às pesquisas no espaço, além de poder ser usada por provedores privados de serviços de dados. Além disso, a vista exclusiva da Terra da plataforma localizada a uma altitude de 400 quilômetros oferece uma visão limpa e desobstruída do planeta.

Isso não apenas oferece oportunidades para a observação da Terra, mas também para a realização de medições relacionadas à pesquisa ambiental e climática — por exemplo, a concentração de óxido de nitrogênio ou CO2 na atmosfera da Terra.


Agora, a plataforma Bartolomeo será submetida a mais uma bateria de inspeções e testes funcionais finais com a NASA no Centro Espacial Kennedy antes de ser integrada a um transportador espacial Dragon. O seu lançamento está programado para 2 de março de 2020.

DEIXE UMA RESPOSTA