Lockheed Martin F-35A da USAF

De acordo com o site Defense World Net, a Bélgica aderiu ao Programa F-35 Lightning II. O Pentágono concedeu à Lockheed Martin um contrato de US $ 23 milhões para incluir o país europeu no programa do caça furtivo.

“A Lockheed Martin recebeu um contrato de US $ 22,9 milhões que integra o governo da Bélgica à empresa de aeronaves de combate F-35 Lightning II”, dizia uma declaração do Pentágono na última terça-feira.

Caça F-35A da Noruega- Foto: Real Força Aérea da Noruega

A Bélgica já havia demostrado interesse na compra do caça de 5º geração, em 2018 o país teve um contrato aprovado pelos EUA no valor de US $ 6,5 bilhões para aquisição de 34 caças F-35A. Com essa inclusão dos belgas no Programa F-35, o país se torna a 13ª nação a fazer parte de deste seleto grupo de países operam e ajudam na produção do Lightning II.

Com a chegada do caça concluída até 2023, a força aérea belga poderá aposentar seus atuais caças F-16 Falcon. O F-35 derrotou o Eurofighter Typhoon na disputa para equipar a força aérea belga.

DEIXE UMA RESPOSTA