A Boeing recebeu hoje o Certificado de Aeronavegabilidade do Boeing 737 MAX 9, um dos maiores aviões narrowbody da fabricante americana. O certificado foi emitido pela FAA (Federal Aviation Administration), autorizando os voos da aeronave nos Estados Unidos, um outro certificado deverá ser emitido pela EASA em breve, o órgão que regula a segurança da aviação na Europa.

O 737 MAX 9 é o segundo membro da família 737 MAX que recebeu o Certificado de Aeronavegabilidade, conhecido também como certificado de tipo. A Boeing usou dois protótipos para certificar essa aeronave, que também aproveitou itens em comum com o seu irmão menor, o Boeing 737 MAX 8.

Foto – Boeing

Assim como no 737 MAX 8, a primeira operadora da aeronave será uma companhia aérea do grupo Lion Air. 

Ele tem a capacidade máxima para até 220 passageiros e alcance padrão de 6500 km, idêntico ao do seu irmão 737 MAX 8. Com o menor consumo de combustível, o Boeing 737 MAX 9 apresenta um alcance até 950 km superior em comparação com a geração anterior, apesar de levar a mesma quantidade de combustível e passageiros.

O Boeing 737 MAX 9 recebe um acréscimo de 2,64 metros de fuselagem em comparação com o MAX 8, para manter o alcance mesmo com o maior peso da fuselagem, a aeronave conta com um tanque auxiliar opcional. De resto, o avião é bem semelhante às outras aeronaves da família 737 MAX.

737 MAX 10 leva 230 passageiros, enquanto o 737 MAX 9 só leva 220.  Boeing 737 MAX 8-200 leva até 210 passageiros.

O lançamento do 737 MAX 10 no Paris Airshow de 2017, afetou bastante as encomendas do 737 MAX 9, que acabou por perder alguns clientes, devido à conversão de pedidos das companhias aéreas para o irmão maior, que ainda nem foi fabricado e só estará disponível em 2020.

Por esse motivo o Boeing 737 MAX 9, que no início de 2017 tinha 418 encomendas, agora só tem 65.

O avião ganhou destaque quando a Boeing gravou um belíssimo vídeo, durante um voo de formação da aeronave com o Boeing 787-10, que também recebeu sua certificação recentemente. Confira abaixo:

 

Veja um vídeo sobre o primeiro voo do 737 MAX 9: