Boeing acredita em retomar entregas do 737 MAX após agosto

Boeing 737 MAX
Foto - Divulgação

Durante o seu anúncio de resultados financeiros do 1º trimestre de 2020, o novo CEO da Boeing, David Calhoun, detalhou melhor o andamento da certificação do 737 MAX, mesmo com a pandemia em curso.

De acordo com Calhoun, a Boeing está evoluindo bem na certificação do 737 MAX, mas há alguns pontos no cronograma que ainda não estão concluídos, devido à pandemia em curso, que paralisou a atividade de várias empresas e órgãos governamentais.

A Boeing vai buscar a certificação do 737 MAX no 3º trimestre deste ano, de acordo com Calhoun, prosseguindo com as entregas das aeronaves estocadas em seguida.

“Atualmente, esperamos a aprovação regulatória necessária para permitir entregas Max no terceiro trimestre”, disse Calhoun em 29 de abril. “Estamos muito confiantes de que o processo será concluído com a certificação.”

Devido à imposição do home office, a Boeing aproveitou esse momento para antecipar um trabalho com documentação da aeronave. Esta deverá ser enviada para a FAA no âmbito da certificação.

Quando as entregas retomarem, por volta de agosto ou setembro de 2020, no planejamento da Boeing, a taxa de entrega será por volta de 31 aeronaves, visto que as companhias aéreas estão enfrentando um difícil período de baixa demanda.

 

DEIXE UMA RESPOSTA