Boeing apresenta o primeiro 777 cargueiro da Volga-Dnepr

Boeing-777

A Boeing apresentou oficialmente o primeiro 777F da Volga-Dnepr, que deve operar na AirBridgeCargo, uma subsidiária da Volga-Dnepr.

A AirBridgeCargo irá operar o avião por meio de um acordo de venda e leaseback com a Dubai Aerospace Enterprise (DAE).

A encomenda foi turbulenta para a Boeing, a companhia ameaçou cancelar as encomendas nos últimos meses de 2019. No entanto, um acordo com a DAE permitiu que a Volga-Dnepr operasse o primeiro 777F da sua frota, após um aumento repentino na demanda por cargas.

De acordo com documentos legais da Boeing, um representante do Volga saiu de uma reunião dizendo à Boeing para revender a aeronave porque a Volga não podia mais receber a entrega.

A Boeing considerou o pedido cancelado e prosseguiu em busca de outro comprador. No entanto, graças ao aumento da demanda por aviões de carga, a Volga disse que agora queria receber os quatro jatos e a Boeing não poderia vender a aeronave para outra pessoa. A questão foi ao tribunal e a Volga processou a Boeing.

O Grupo Volga-Dnepr está entre os maiores operadores de cargueiros Boeing do mundo, voando 17 aviões 747 e cinco cargueiros 737, incluindo 13 aeronaves 747-8F, quatro 747-400ERF, dois 737-800BCF e três 737-400SF.

O Boeing 777F é o maior cargueiro bimotor do mundo atualmente. Ele tem capacidade para transportar até 102 toneladas de carga, e voar por 9200 quilômetros sem escalas.


De todos os cargueiros de produção, apenas o 747F e o 777 Cargueiro são capazes de transportar cargas altas em paletes de 3 metros (10 pés) de altura.

 

DEIXE UMA RESPOSTA