Boeing dá partida pela primeira vez no motor do seu novo drone

ATS Engine Test

A Boeing Australia ligou o motor turbofan da primeira aeronave Loyal Wingman em setembro, como parte dos testes de solo e preparativos para o primeiro voo.

Este marco vem logo após a Boeing concluir a primeira aeronave Loyal Wingman não tripulada para a Real Força Aérea Australiana no início deste ano, um grande passo à frente para o veículo não tripulado que serve como base para o Boeing Airpower Teaming System global, um sistema de inteligência artificial movido a aeronaves de agrupamento desenvolvidas para o mercado de defesa global.

“Este funcionamento do motor nos deixa mais perto de voar a primeira aeronave ainda este ano e foi bem-sucedido graças à colaboração e dedicação de nossa equipe”, disse o Dr. Shane Arnott, diretor de programa do Boeing Airpower Teaming System. “Temos sido capazes de selecionar um motor a jato muito leve e pronto para uso para o sistema não tripulado, como resultado das tecnologias de fabricação avançadas aplicadas à aeronave.”

A aeronave, que usa inteligência artificial para ampliar os recursos de plataformas tripuladas e não tripuladas, é a primeira a ser projetada, projetada e fabricada na Austrália em mais de 50 anos. É o maior investimento da Boeing em aeronaves não tripuladas fora dos Estados Unidos.

O protótipo Loyal Wingman agora passa por testes em solo, seguidos de táxi e o primeiro voo no final deste ano.

 

DEIXE UMA RESPOSTA