Foto - Woody Aeroimages/Via Twitter

A Boeing já está no processo de finalização de montagem do primeiro 737 MAX 200, uma versão do 737 MAX 8 adaptada para receber 197 assentos a bordo, ou uma fileira e meia a mais do que a versão convencional do jato.

Este primeiro avião vai para a Ryanair em 2019, que até agora é a maior cliente do 737 MAX 200, apesar disso ele é tratado como um MAX 8, pois tem o mesmo tamanho externamente, a mesma configuração de portas (com uma única alteração para incorporar uma porta do lado direito) e tecnologia embarcada.

Essas aeronaves serão entregues até 2024 para a Ryanair, são no total 135 encomendas firmes para o 737 MAX 200, que poderão receber um incremento ao longo dos anos, pois a Low Cost mais famosa da Europa tem planos de substituir a frota atual pelos novos aviões, além de mais 75 opções de compras.

Boeing 737 MAX 200 nas cores da Ryanair.

A configuração interna dessa aeronave só será possível pois a Ryanair apostou em um modelo de assento do tipo Super Slim, além de recusar qualquer chance de reclinação do mesmo e optar por um espaço médio de 28 polegadas entre os assentos.

Com isso a companhia abriu mão de um banheiro na parte traseira e uma boa parte da galley, local onde os tripulantes preparam as refeições, mesmo que isso afete a rapidez do seu serviço pago a bordo.

Em compensação a Ryanair terá um custo por assento 20% menor no 737 MAX 200, em comparação com os atuais 737-800 NG. A maioria dos aviões 737 MAX 8 representam um custo 15% menor na comparação com a geração anterior.