A Bombardier confirmou que continua com interesse em desenvolver o jato executivo Global 8000, mesmo com as especificações superiores do Global 7500, que surpreendeu os projetistas com um desempenho melhor do que o esperado.

Apesar de estar estudando o mercado e o desempenho da nova aeronave, a Bombardier afirma que ainda não lançou o programa de desenvolvimento do Global 8000 e, portanto, não está comercializando a aeronave no momento.

Stephen McCullough, vice-presidente de engenharia e desenvolvimento de produtos do Global 7500 e 8000, confirmou que a empresa precisou reavaliar como vai prosseguir com o desenvolvimento do Global 8000, visto que precisa apresentar um diferencial maior para o novo jato, o alcance do Global 7500 igualou o que eles esperavam para o Global 8000, e a aeronave que já está no mercado apresenta uma expansão da fuselagem em relação ao Global 6000.

Para McCulloungh, apresentar uma maior autonomia como diferencial não é o suficiente para atrair novos clientes para o Global 8000.

Apesar de confirmar um trabalho da Bombardier neste ano para um “novo” projeto para o Global 8000, McCulloungh disse que a empresa não deverá lançar nada neste ano.

Os únicos detalhes que a Bombardier se compromete a falar sobre o Global 8000 se resumem ao padrão da família Global, com a mesma fuselagem (mas expandida), motores GE Aviation Passport 20 e o mesmo tipo de controle Fly-By-Wire já incorporado no Global 6000 e 7500.