A Bombardier recebeu recentemente uma carta de intenção de encomenda para 61 aeronaves CSeries, partindo de uma companhia aérea da Europa que preferiu não revelar seu nome por enquanto.

De acordo com a Bombardier a companhia planeja adquirir 31 aviões da linha CSeries, sem especificar também o modelo escolhido. As outras 30 aeronaves são opções de compra da empresa, que pode, ou não, adquirir esses aviões. Esse negócio pode resultar em um contrato final de US$ 4,8 bilhões.

A expectativa da Bombardier é que um contrato firme de compra seja assinado antes do final de 2017.

No entanto a Bombardier já avisou a companhia que precisará atrasar algumas entregas, visto que a Pratt & Whitney está atrasando a entrega de novos motores Pure Power, que equipam a aeronave, por causa disso a Bombardier entregou apenas 12 aviões da linha CSeries neste ano.

Os atrasos também estão afetando o financeiro da Bombardier, que registrou perda líquida de US$ 117 milhões no terceiro trimestre de 2017.

 

Via – FlightGlobal