A companhia aérea cabo-verdiana Cabo Verde Airlines (CVA) recebeu o “Fontainhas”, a terceira aeronave com o novo libré, um Boeing 757-200 com matrícula nacional D4-CCH.

O “Fontainhas” aterrou no Aeroporto Internacional Amílcar Cabral, no Sal, Cabo Verde, no dia 17 de dezembro, pelas 08h09, começando de imediato a voar pela CVA.

As cores do novo avião foram inspiradas nas paisagens naturais da ilha de Santo Antão. Estas cores pretendem ser uma mistura suave das pessoas, das casas e da cultura cabo-verdiana.

Todos os aviões da companhia seguirão o mesmo modelo de inspiração de cada ilha com um estilo tricolor. A nova palete de cores dentro e fora dos aviões mostra que as mudanças vêm de dentro, na busca de melhor servir os clientes da companhia aérea e levar Cabo Verde para o mundo e o mundo até Cabo Verde.

O “Fontainhas” foi batizado na sequência de uma votação pública no Facebook, onde os seguidores da CVA escolheram entre três belezas naturais da ilha de Santo Antão, tendo a aldeia de Fontainhas recebido o maior número de votos.

Os primeiros aviões com o novo libré, “Praia de Santa Maria” e “Baía de Tarrafal”, foram batizados segundo o mesmo processo. Com estas votações públicas nas redes sociais, a companhia aérea pretende aproximar-se do povo cabo-verdiano e envolvê-lo no processo de boas-vindas do novo avião ao país.

Haverá mais votações abertas no Facebook dedicadas a outras ilhas e suas belezas naturais. Desta forma, os cabo-verdianos poderão ajudar a levar um pouco de Cabo Verde a todo o mundo, enquanto enaltecem o orgulho nas suas ilhas e regiões.


O “Fontainhas” terá 16 lugares em classe executiva e 180 lugares em classe económica.

A Cabo Verde Airlines opera, atualmente, cinco Boeing 757-200, três em dry lease e dois em wet lease, e planeia receber mais um até final de janeiro para substituir um dos aviões em wet lease.