Voo em formação de caças F-16I com caças navais Rafales- Foto: Forças de Defesa de Israel

Pilotos franceses  e israelense treinaram juntos nesta semana em um exercício focado em combates ar-ar. O exercício envolvendo caças israelenses F-16I e Rafales da marinha francesa aconteceu na região sul do Estado de Israel.

Na organização do exercício conjunto tiveram dois times, um deles o “time vermelho”, focado em realizar ataques aéreos, e o segundo time, o time azul, ficou responsável por impedir tais ataques.

Pelo lado francês foram três caças navais Rafales que partiram do porta-aviões, Charles de Gaulle, já a presença israelita foi de caças F-16I do 107º Esquadrão Aéreo vindos da base aérea de Ovda, ao norte de Eilat.

Outra tática usada no exercício foi colocar alguns pilotos israelenses para voarem com os franceses e vice-versa.

Voo em formação entre caçs F-16I e Rafales da marinha francesa- Foto- Forças de Defesa de Israel

“Isso nos permitiu voar com eles e contra eles, tentando todas as opções”, disse Cpt. “Ayin”, que por razões de segurança só pode ser identificado por sua classificação e pela primeira letra hebraica de seu nome.

Exercícios conjuntos ajudam na aprimorarão de técnicas de combate, bem como na divisão de conhecimento de cada força aérea e a utilização de diferentes caças aumenta ainda mais o nível das técnicas de combate, além é claro do uso do inglês que é primordial quando se fala em exercícios entre nações.

“Você não pode ficar parado pensando em como traduzir uma palavra por cinco, sete segundos, porque depois de cinco, sete segundos a situação mudou”, disse Ayin, falando por telefone ao site Times of Israel.


 

 

 

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA