Caças F-35 da Força Aérea Italiana- Foto cedida pela Força Aérea Italiana

No dia 9 de junho, seis aeronaves de caça F-35 da Força Aérea Italiana pousaram na Base Aérea de Keflavik, na Islândia, para uma missão da OTAN de seis semanas, salvaguardando o espaço aéreo sobre e próximo ao Aliado no Alto Norte.

“O policiamento aéreo é um dever muito importante para a Aliança. Nesse sentido, mesmo nesses tempos difíceis, a Itália está enviando caças F-35 para a Islândia para cumprir sua tarefa”, disse o coronel Michele Cesario, comandante do destacamento italiano do F-35 na Islândia após a chegada do avião de combate à Base Aérea de Keflavik.

Estamos muito satisfeitos por estar de volta e continuaremos a desenvolver as relações com nossos anfitriões da Guarda Costeira da Islândia”. 

Caça F-35 da Força Aérea Italiana- Foto cedida pela Força Aérea Italiana

“Juntos, temos trabalhado duro para garantir que as atuais restrições do COVID-19 não tenham impacto na operação em si e estou confiante de que os resultados mostrarão que conseguimos”, prosseguiu o Coronel Cesario. “Esta operação representa outro excelente exemplo de coesão entre os membros da OTAN”, acrescentou.

Esta é a segunda vez após a primavera de 2019, que a Itália envia sua aeronave de combate de quinta geração para a missão Allied, fornecendo capacidade de interceptador para proteger o espaço aéreo islandês. Em 2013, 2017 e 2018, a Itália implantou suas aeronaves Eurofighter em apoio à missão no Alto Norte. 

 

Fonte: NATO-OTAN

 

DEIXE UMA RESPOSTA