Arte de um F-35 lançando o armamento JSM anti-navio- Via: Kongsberg

Uma empresa da Noruega juntamente com o governo japonês fecharam um acordo para o fornecer o para fornecer seu Joint Strike Missile (JSM), um míssel anti-navio de alto desempenho a ser empregado nos caças F-35 do Japão.

Com tudo nem a empresa norueguesa Kongsberg, nem o governo japonês divulgaram demais informações como número de armas ou o valor do contrato.

“O consórcio internacional de usuários da Lockheed Martin F-35 está demonstrando grande interesse no JSM e Kongsberg está muito orgulhoso por ter sido selecionado pelo Japão para fornecer o JSM para sua frota de F-35”, disse Eirik Lie, Presidente da Kongsberg Defense.

F-35A da JASDF.  Foto- U.S. Air Force/Staff Sgt

A Kongsberg divulgou que o armamento JSM pode ser implantado em aeronaves de patrulha marítima / anti-submarino marítima Kawasaki P-1.

Mesmo que ainda não tenha sido divulgado informações do número exato deste armamento que será usado pelos F-35s, acredita-se que será um grande lote e o que levanta essa teoria é o número de caças Join Strike F-35 que o Japão o pretende adquirir, são no total 147 F-35, o que tornaria o segundo maior operador do mundo do tipo.

O país asiático irá operar a versão A e a B que tem capacidade (STOVL) de pouso e decolagem na vertical.

 

Via – FlightGlobal