• Instagram
  • Feed
  • Telegram
  • Youtube

Caças F-35 podem atingir taxa de 80 % de operacionalidade até setembro de 2020

F-35A Lightning II da USAF

A taxa de capacidade operacional dos caças F-35 Lightning II pode atingir 80% até stembro de 2020.

Isso tudo por causa das atividades que cercam os caças, que são operados por três forças militares do EUA (U.S Air Force, U.S. Navy e Marines ou fuzileiros), e mais oito parceiros internacional do programa F-35, parceiros esses que incluem alguns países como Israel, Japão, Reino Unido e Itália.

Os primeiros modelos do F-35 também de aeronaves de treinamento apresentaram taxas de disponibilidade mais baixas, mas depois das unidades de combate serem preparadas para missões, o JPO acredita que essas aeronaves também serão capazes de maior confiabilidade.

F-35A da JASDF

Para os EUA atingir uma meta de 80% no F-35 é algo muito importante. O ex-secretário do Departamento de Defesa, James Mattis, exigiu que os principais caças dos EUA atingissem tal porcentagem, as aeronaves envolvidas são o F-35, Lockheed Martin F-22, Lockheed Martin F-16 e Boeing F/A-18 Super Hornet.

Caças F-35A Lighting II – Foto- U.s Airforce

O escritório do programa diz que o custo do F-35A também deve cair para menos de US$ 80 milhões por unidade até 2020. De acordo com Mathias Winter, diretor executivo do Escritório Conjunto de Programas (JPO), já existem mais de 390 caças F-35 entregues.

 

Quer receber nossas notícias em primeira mão? Clique Aqui e faça parte do nosso Grupo no Whatsapp ou Telegram.