Caças furtivos russos SU-57 passarão por processo de modernização

Decolagem de um SU-57. Foto - Reprodução/UAC

Os caças furtivos russos SU-57 irão passar por um processo de modernização que deverá começar em 2022.

Os aviões modernizados em questão são chamados de “Su-57 de segundo estágio”, mas militares e especialistas na área apelidaram ele de “Super-Dry”. O SU-57 é um caça novo, que faz frente aos norte-americanos F-22 e F-35, mas o governo russo quer apostar em mais melhorias para o caça. Entre as modificações inclui os novo motores, uma aviônica mais moderna, uma substituição de atuadores hidráulicos de superfícies de controle por motores elétricos, essa alteração aumentará indicadores como furtividade.

Ao mesmo tempo que isso se mostra interessante, é de se questionar o motivo de tais atualizações uma vez que os caças serão entregues em sua maioria as Forças Aeroespaciais russas.

Caça furtivo SU-57

A conclusão desse modernização está prevista para 2024. Com a modernização completa esses lotes mais modernos (Super-Dry) irão “superar” as unidades atuais do SU-57.

Na questão dos motores que citamos acima, vale reforçar que atualmente os caças operam como o motor AL-41F1. Já a nova motorização está com a designação “product 30″ e está sendo desenvolvido pela “UEC-Ufa Engine-Building Production Association”. Os testes com os novos motores já estão ocorrendo e as compras por parte  do governo russo deverão acontecer entre esse ano e o ano que vem.

No âmbito de poder de fogo várias bombas, mísseis e demais armas para a aeronave já estão sendo desenvolvidas.

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA