F-35A - Foto: Lockheed Martin (Imagem Ilustrativa)

Um fato inusitado aconteceu, ontem dia 01/07 na Coreia do sul. Os radares do sistema de defesa aérea sul-coreanos identificaram um Objeto Não Identificado, rapidamente foi acionado caças Força Aérea Sul Coreana para intervir na situação.

Contudo, quando os caças chegaram no local marcado no radar se tratava apenas de um bando de gansos que pelo número apareceu nos radares como uma possível aeronave.

A situação ficou mis tensa devido a presença do Presidente Trump na região que está em visita oficial no país e também se encontrou com o líder norte-coreano Kim Jong-Un.

Quando um presidente dos EUA faz uma pequena ou grande viagem todo um esquema d segurança é feito, seja pelos EUA, com o serviço secreto e veículos, helicópteros e afins e seja pelas forças armadas do país que o líder dos EUA visita, e coube a Força Aérea sul Coreana fazer uma proteção intensificada no espaço aéreo local.

Os gansos que apareceram nos radares e mobilizaram até caças foram vistos na região desmilitarizada da província de Gangwon por volta das 13h de segunda-feira. O até então objeto não identificado foi a encontrado cerca de 4,5 quilômetros acima do solo, já na zona de exclusão aérea.

“Ao ver isso, os militares enviaram vários jatos em resposta, o que mais tarde confirmou que o rastro foi feito por cerca de 20 aves, que se supõe serem gansos selvagens”, disse um oficial não identificado, segundo a agência de notícias Yonhap.

 

Fonte de apoio: Defense World


DEIXE UMA RESPOSTA